FESTURIS encerra edição histórica provocando a retomada dos negócios no Turismo

A 32ª edição do FESTURIS Gramado encerrou na noite de ontem (7) marcando a retomada das feiras de turismo presenciais na América Latina. Foram dois dias de reencontros e muita produtividade nos negócios. Ao todo foram 6.000 reuniões agendadas pelos mais de 5.000 mil inscritos através do aplicativo do evento. A segurança sanitária também foi validada com protocolos rígidos e a certificação ‘Covid Free’ do IBES International.

Com a sua realização mesmo durante uma pandemia, o FESTURIS mostrou que com responsabilidade é possível retomar as atividades do setor de eventos e do turismo. Apesar da redução do número de participantes e expositores – natural diante do fechamento de fronteiras e a retomada lenta de muitos segmentos – o feedback dado por quem passou pela feira foi de otimismo e negócios gerados após meses de muita dificuldade.

Conforme resultados apresentados na coletiva de imprensa, além do número de inscritos e reuniões agendadas o FESTURIS teve 130 estandes e mais de 1.500 marcas em exposição, distribuídas pelos 25 mil m² de área dos pavilhões. Mas os números gerais da feira não são mais importantes do que a postura das marcas e destinos que apostaram no evento acreditando que o FESTURIS seria o palco da recuperação.

“Esse desafio de todos nós se tornou uma realidade. Recomeçar é a palavra de ordem e colocamos muito disso à parceria de expositores, participantes e da imprensa que fizeram do FESTURIS o palco para esse momento histórico. Nós derrubamos muros, criamos oportunidades e mesmo diante da pandemia apresentamos um evento de qualidade”, destacou o CEO do FESTURIS, Eduardo Zorzanello.

Fundadora e também CEO do evento, Marta Rossi destacou a importância do evento para toda a cadeia produtiva. “Tivemos quase 500 profissionais de diversos segmentos e ramos de atuação trabalhando no staff da feira. A maioria deles sem eventos desde o início da pandemia. Era hora de retomar. Muitos não acreditavam que chegaríamos até aqui, mas agora somos referência para os próximos eventos”, acrescentou.

Todas as edições o FESTURIS elege algum espaço segmentado como destaque. Neste ano o foco esteve em dois eixos: Saúde e Sustentabilidade. Para a próxima edição, o Turismo Rural deverá ganhar ainda mais espaço – ele que é uma das tendências da OMT para o futuro do turismo. As tendências mundiais continuam sendo observadas pela organização da feira.

Como legado desta edição histórica que marcou a primeira feira de turismo das Américas desde o início da pandemia, os CEOs do FESTURIS destacaram a transformação digital com ferramentas para aumentar a produtividade e a entrega de ativos aos expositores e agentes de viagens que passou a acontecer pré e pós-evento. Além, é claro, da experiência na realização de eventos seguros.

Na coletiva que marcou o encerramento do FESTURIS, estiveram compondo a mesa: o CEO da Gramado Summit e sócio-diretor da Rossi & Zorzanello, Marcus Rossi; o presidente da Gramadotur, Rafael Carniel de Almeida; a vice-presidente da Relações Institucionais da ABAV/RS, Rita Vasconcellos; a Diretora do IBES International, Vivian Giudice; a CEO da Semearhis, Letícia Francisco; e o diretor de Marketing da Cooperativa Planalto, Sérgio Diniz.

A próxima edição do FESTURIS Gramado acontecerá em novembro de 2021, em data ainda a ser confirmada.

Texto: Gustavo Bauer.

Fotos: Jei Heydt/Divulgação Festuris

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Abrir chat
Olá, podemos ajudar?
Olá, podemos te ajudar?