Bondinhos Aéreos de Canela (RS) recebe selo de Empresa Amiga do Autista

Avatar photo
Bebeto Azevedo
06/12/2021
Tempo de leitura: 2 minutes

A equipe do Parques da Serra Bondinhos Aéreos, de Canela (RS), participou de treinamento especial sobre atendimento prioritário e para pessoas com autismo. Com a conclusão do treinamento, o parque recebeu o selo de Empresa Amiga do Autista da Incluir Treinamentos, que ministrou o curso sobre Excelência em Atendimento de Inclusão. “Tivemos a oportunidade de estudar tópicos como espectro autista, atendimento, empatia, inclusão, comunicação, como ajudar, entre outros assuntos, a fim de estimular a acessibilidade e receber melhor nossos visitantes. Trata-se de uma capacitação importante para a qualificação da equipe, fortalecendo ainda mais os valores que prezamos aqui no parque”, explica o diretor do empreendimento, Fabrício Bogo.

 

Participaram do treinamento todos os colaboradores da equipe de atendimento e parte da equipe de limpeza do parque, divididos em três grupos. O curso consistiu em um encontro por grupo no mês de novembro, com 4 horas de duração. Além do selo de Empresa Amiga do Autista para o Parques da Serra Bondinhos Aéreos, todos que fizeram o treinamento receberam certificados. “Recebemos também um relatório para ajustes relacionados a questões de acessibilidade no parque, tanto em estrutura, como em comunicação, placas e vídeos. A ideia é realizar outros treinamentos como esse com nossa equipe, incluindo um sobre atendimento em libras”, acrescenta Fabrício Bogo.

 

Saiba mais

 

Primeiro bonde aéreo do Rio Grande do Sul, o Parques da Serra Bondinhos Aéreos oferece uma vista exclusiva para o principal cartão-postal de Canela: a Cascata do Caracol. O passeio começa com o embarque na Estação Central, seguindo para uma parada na Estação Animal, com mirante, trilha, brinquedos e o espaço Esculturas que Falam. Depois o trajeto segue para a Estação Cascata, onde o visitante aprecia uma vista privilegiada e frontal da Cascata do Caracol, uma das principais belezas naturais do Brasil. Na Estação Central os visitantes também podem se aventurar no Eagle, equipamento que consiste em uma cadeira com capacidade para duas pessoas, suspensa por um cabo instalado em inclinação que simula o voo de uma águia.