Casas suspensas e design inusitado são o foco do novo residencial da ABF Developments

Diário de Bordo
25/08/2022
Tempo de leitura: 4 minutes

Com uma arquitetura inspiradora e pensada fora da curva, o residencial Monjardin proporciona a vivência do ser humano com a natureza. Já na fachada, o empreendimento traduz a materialidade em acolhimento, calor e fluidez

Com uma proposta disruptiva na forma de morar, o residencial Monjardin, nos altos do Bairro Chácara das Pedras, na capital gaúcha, é o novo empreendimento da Construtora e Incorporadora ABF Developments. Utilizando o conceito de casas suspensas, a ideia é sair do lugar comum com uma edificação que traz em sua concepção o estilo arquitetônico contemporâneo e atemporal, completamente focado na conexão do imóvel com o exterior. Colocando o morador em contato direto com a natureza, o percurso interno, ou seja, da porta de entrada até o apartamento, é um caminho de surpresas.

Segundo Eduardo Fonseca, CEO da ABF Developments, o Monjardin foi concebido dentro de um novo conceito de morar. As generosas áreas externas de cada uma das unidades são verdadeiras casas na rua mais charmosa do Chácara das Pedras, a Barbosa Gonçalves, próxima ao shopping Iguatemi. “Com design vanguardista e vista exuberante, é um empreendimento acessível aos já consagrados projetos de arquitetura autoral da ABF Developments”, destaca.

Empreendimento

Com área de mais de 2.272m², o Monjardin possui 76 unidades e 71 vagas de garagem. A estrutura metálica que sustenta as varandas de maneira intercalada, traz a sensação de maior amplitude e leveza ao condomínio de cinco pavimentos, resultando em uma fachada marcante, mas ao mesmo tempo suave, permeada de verde. Pátios internos entrelaçados com espaços de estar iluminados e galerias de circulação a céu aberto, além do terraço em cada uma das casas, propicia um visual encantador aos condôminos.

Suas unidades contam com três tipologias de plantas: Casas Loft Jardim, Casas Terrace 1D e Casas Penthouses 2D.  Já entre os ambientes de uso comum, o Monjardin conta com rooftop green lounge integrado à piscina e área de parrilla/churrasqueira; espaço gourmet externo; Wellness Center e Laundry mais Coworking, tudo regado à deslumbrante vista para todo o Chácara das Pedras.

Com projeto arquitetônico assinado pela Ospa, os arquitetos Rodrigo Milani e Guilherme Führ ressaltam que projetar o Monjardin foi uma experiência enriquecedora para a empresa. “Tivemos o desafio de desenhar o projeto proporcionando a experiência de morar em uma casa e usufruir de todas as comodidades de se viver em um condomínio vertical em localização privilegiada de Porto Alegre. Esse empreendimento é a resposta do nosso tempo com um olhar atento ao futuro”, observam eles.

Tipologia das unidades

Casas Loft Jardim – Com dimensões que variam de 35m² a 45m², possuem jardim privativo para acessar o exterior sem sair de casa, pátio com espaço para jacuzzi ou parrilla externa, se caracterizando por verdadeiro refúgio urbano. Integra uma vaga de garagem escriturada.

Casas Terrace 1D (1 Dormitório) – Metragens de 35m² a 49m², com uma vaga de estacionamento escriturada. Contam com terraço privativo coberto por pergolados, integrado tanto à sala de estar quanto ao dormitório. As amplas aberturas proporcionam fluidez e minimizam a distinção entre interior e exterior.

Penthouses Duplex 2D (2 Dormitórios) – Vão de 102m² a 109m², possuindo vaga dupla de garagem. Contam com entrada de muita luz natural e varandas que podem se transformer em jardins particulares. Terraço integrando sala de estar e cozinha, coberto por pergolado, equipado com churrasqueira e ponto de espera para jacuzzi, permitindo que exterior e interior se comuniquem visualmente sem comprometer a privacidade. Suíte máster conectada a um segundo terraço privativo. Nesta tipologia, também existe a possibilidade de Penthouses Duplex 2S (2 Suítes), com 119m², e Penthouses Duplex 2S (2 Suítes) com Office, com dimensões de 115m² a 127m².

Obras

O início das obras está previsto para o último trimestre de 2022, com entrega estimada para o final de 2025. O valor de investimento é de R$ 30 milhões, com VGV de R$ 65 milhões. As unidades partem de pouco mais de R$ 500 mil até aproximadamente R$ 1,5 milhão. Em poucos dias de pré-lançamento, o empreendimento já está 40% comercializado, sendo que sua apresentação para o mercado imobiliário acontece em 1º de setembropróximo. O projeto de branding foi desenvolvido por Bártus Cobalchini e Juliano Weid, e a gestão condominial e de locação fica a cargo da Housi.