Centro Social Pe. Pedro Leonardi acolhe Crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social da Restinga.

A pandemia trouxe grandes desafios para a área da educação e para o terceiro setor. Desde o dia 19 de março de 2020, o Centro Social Pe. Pedro Leonardi, na Restinga, por determinação da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, teve que suspender no local as atividades de turno inverso do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) em parceria com a Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC) por conta da Covid-19. Ainda sem previsão de retomada dos projetos coletivos, desde o final de janeiro deste ano a instituição implementou o Atendimento Individual Presencial. Por semana, 75 educandos são atendidos presencialmente em caráter individual, durante uma hora. “A pandemia abriu uma lacuna enorme no ensino das crianças e adolescentes da nossa comunidade. Se antes a educação das pessoas em situação de vulnerabilidade social já era deficitária, agora está em uma situação muito delicada porque a internet não é uma realidade para os que mais precisam e os pais muitas vezes não conseguem prover o suporte necessário para os seus filhos porque possuem baixa escolaridade”, afirma Pe. Claudionir Ceron, diretor do Centro Social Pe. Pedro Leonardi.

O Atendimento Individual Presencial ocorre nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 17h. Cinco educadores do SCFV, acolhem de forma individual os educandos de 06 a 17 anos. Durante uma hora, eles recebem reforços de disciplinas escolares, atividades lúdicas ou simplesmente apoio socioemocional. Entre um atendimento e outro, é realizada a higienização do ambiente e dos materiais usados. “Os pais dos nossos educandos estão nos procurando para que possamos aumentar as horas do atendimento individual presencial para que possamos ajudá-los nesse momento de distanciamento da escola. Estamos priorizando àqueles que não têm suporte tecnológico em casa, como internet”, diz Clarissa Fraga, Coordenadora de Projetos do CSPPL.

Hoje, todos os 208 educandos do SCFV recebem apoio online. De acordo com Clarissa, estão à disposição dos meninos e meninas grupos de WhatsApp, grupos no Facebook, Vídeo chamadas, vídeos no YouTube, além dos canais digitais do Centro Social como o site: padrepedroleonardi.org.br. “Fazemos o máximo para que nossas crianças e jovens consigam continuar o processo de vínculos existentes”, afirma Clarissa.

Alimento e Acolhimento

Os educandos e seus familiares não estão enfrentando sozinhos a pandemia. Além das ligações constantes de monitoramento e apoio, as famílias recebem cestas básicas. “Como tivemos de suspender as refeições que eram feitas aqui por conta dos protocolos de higiene da pandemia, em contrapartida ofertamos cestas básicas para amenizar essa ausência”, afirma Alan Silveira, Coordenador Adm. Financeiro. Desde março do ano passado, já foram distribuídas 3.188 cestas básicas.

Acesse as Redes Sociais

Instagram: @centrosocialpadrepedroleonardi

Facebook: centrosocialpadrepedroleonardi

Site: www.padrepedroleonardi.org.br

DOAÇÕES

Quem quiser apoiar e viver a nossa causa, pode entrar em contato através do telefone (51) 98410-5400 ou pelo e-mail contato@csppl.com.br. É possível, ainda, fazer transferência bancária através das contas abaixo:

+ AJUDA

Mitra da Arquidiocese de Porto Alegre (CNPJ: 92.858.000/0034-03)

BANRISUL

Agência: 0797

Conta: 06.001181.1-6

SICREDI

Agência: 0116

Conta: 42451-0

PIX

CHAVE DE ACESSO: 92858000003403 (CNPJ)

Conheça o CENTRO SOCIAL PE. PEDRO LEONARDI

Afastado do Centro, mas próximo de quem mais precisa. O Centro Social Padre Pedro Leonardi, localizado na Restinga, em Porto Alegre, foi criado no dia 21 de abril de 2005. É uma instituição sem fins lucrativos, vocacionada a atender pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social, garantindo o acesso à direitos básicos através da oferta de serviços e projetos, que trabalham o resgate da cidadania e dignidade, além de promover qualidade de vida. O Centro Social pertence à Paróquia Nossa Senhora Aparecida da Restinga – Mitra da Arquidiocese de Porto Alegre.

Dirigida pelo Padre Ceron, nossa Instituição mantém parcerias com a Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC) de Porto Alegre, tendo 208 crianças e adolescentes atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (06 a 17 anos) e 03 Casas Lar que acolhem crianças e adolescentes entre zero e dezessete anos temporariamente afastados de seus responsáveis, devido medida judicial. São situações que apresentam fragilidade e/ou rompimento de vínculos familiares. Em cada Casa é possível acolher até 08 crianças e adolescentes.

Nossos serviços direcionados às crianças e adolescentes trabalham o resgate da autoestima do usuário, seu pertencimento social e comunitário, a partir de atividades lúdico/pedagógicas e socioassistenciais, de segunda a sexta, no contraturno escolar, em diferentes espaços da instituição. Para estes serviços, dispomos de biblioteca, salas de atividades, auditório, quadra de esportes, pista de skate e refeitório.

Contamos também com a parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), onde ofertamos para o público em situação de rua e extrema vulnerabilidade e risco nutricional o Projeto Prato Alegre. Este, é a descentralização do Restaurante Social, onde são servidos para nossos usuários 100 almoços por dia, além de atendimento e acompanhamento social e orientação de locais para busca de garantia de direitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Olá, podemos ajudar?
Olá, podemos te ajudar?