Nada de especial é conquistado sem luta!

Ronan Mairesse

Nada de especial na vida é conquistado sem luta. Desafios fazem parte da trajetória de todo campeão. Sempre que escuto alguém reclamando, queixando-se e até mesmo espraguejando a sua própria sorte, procuro lembrar essa pessoa sobre o quão importante é saber enfrentar as adversidades da vida olhando sempre pelo lado positivo. Quanto maior a responsabilidade que temos como profissionais, maior será a pressão sobre os nossos ombros. Fico imaginando como tenha sido o peso nas costas de líderes como Churchill, Madre Teresa, Mandela, Margaret Thatcher e Abraham Lincoln.
Tenho certeza que em muitos momentos eles devem ter parado e pensado em desistir, largar tudo, assim como você e eu já pensamos muitas vezes abrir mãos dos nossos sonhos e objetivos por praticamente não ter mais forças para manter a mente focada naquilo que desejamos. São muitas forças que tentam nos persuadir a abandonar tudo: funcionários, fornecedores, clientes, concorrentes, problemas de família, pandemia, economia e por aí vai. São tantas coisas que drenam a nossa energia que têm dias que não nos dá vontade de levantar da cama. E é justamente aí que mora o perigo. Muitas pessoas, por não saberem lidar com o estresse e o desânimo, acabam tomando atitudes açodadas, jogando fora um vida de trabalho e dedicação. Costumo dizer que se está difícil é porque provavelmente você está no caminho certo, pois se fosse fácil, muitos já teriam explorado e essa oportunidade que você está tendo agora, não existiria ou já estaria esgotada, ou seja, o difícil é um lugar que os fracos não chegam!
Para enfrentar momentos de adversidades, nós, como profissionais, devemos ter a consciência que não podemos ter o controle de tudo, até porque grandes feitos não são realizados sozinhos, é preciso ter pessoas certas ao lado. Quando falo de pessoas certas, penso sempre em dois elementos essenciais para isso. O primeiro: pessoas disciplinadas, capazes de fazer o que precisa ser feito e em segundo: conhecimento técnico, e para tanto é preciso de muito treinamento e orientação. Nós, na condição de líderes, devemos direcionar, planejar, acompanhar a execução para assim sermos capazes e oferecer um feedback poderoso com foco no desenvolvimento das pessoas.
Quando não temos equipe, podemos usar a mesma coisa, analisando o nosso progresso e fazendo uma autoanálise de desempenho à procura de maneiras para chegar a um nível maior de excelência. Quando estudo esses grandes líderes, eles tinham equipes de apoio maravilhosas, pois eram bem treinadas, direcionadas e tinham um disciplina fanática por executar exatamente aquilo que foi combinado. Essa é a melhor forma de enfrentar as encrencas que vão surgindo pelo caminho. Portanto, treine, oriente e ofereça feedback, e se mesmo assim você tiver problema, procure fazer uma autoanálise, daqui a pouco a sua forma de agir é que deve sofrer um upgrade para assim ser capaz de alcançar aqueles resultados que você espera.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Olá, podemos ajudar?
Olá, podemos te ajudar?