NATAÇÃO NO INVERNO NÃO É TABU PARA O PROJETO NADANDO PELOS CARTÕES POSTAIS

Diário de Bordo
28/08/2022
Tempo de leitura: 2 minutes

 

Natação no inverno é um daqueles assuntos tabus. Quando chega essa estação do ano, poucos são os corajosos que se aventuram e mergulham na água fria do Lago Guaíba. Mas isso não é regra, pois existem, em Porto Alegre, pessoas que apreciam tanto a prática da natação em contato com a natureza, que essa questão de aclimatação não é empecilho. Tem nadador que encara o desafio e prova dos benefícios que a água fria pode trazer, como o triatleta Marcos Straub e os nadadores masters Rubens Porto e Francismar Siviero que nadaram com a temperatura da água em 17 °C em Belém Novo, Porto Alegre, nesta sexta-feira, 26 de agosto.

É evidente que alguns cuidados precisam ser redobrados. Principalmente, quando se trata dos idosos como o nadador de 67 anos, Francismar, que diz “não é porque está um pouco mais frio que devemos parar de praticar o esporte que amamos e, justamente, a natação em águas abertas no inverno é uma ótima ideia”.

Existem evidências que mostram que nadar na água fria revigora o corpo de uma maneira única e como aponta pesquisa de uma universidade inglesa, pode afastar o risco de demência.

O Projeto Nadando Pelos Cartões Postais tem apoio do SICREDI União Metropolitana RS, ASUN Supermercados, PANAMBRA Volkswagen, Hotéis DEVILLE, FRAPORT Brasil, AJURIS Associação de Juízes do Rio Grande do Sul, Secretaria Extraordinária para os 250 Anos de Porto Alegre, Marinha do Brasil, Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), Movimento Rio Grande do SUP, Sandronnes Imagens, PANTHRO, Raia Sul, BLUMA Hub e Portal Francisswim.com.br.

TEXTO SORAYA SIVIERO